Pesquisa
segunda-feira 11 dezembro 2017
  • :
  • :

Projeto para o Brasil

06:41:07 | 21/09/2017 | PSB | A Gazeta Online – ES | ES

Em curtos e descontínuos momentos de bonança, o país não promoveu as reformas estratégicas necessárias à implantação do desenvolvimento sustentável

*Renato Casagrande

No momento em que completa 70 anos de luta pela democracia, pela ética na política, pelo desenvolvimento sustentável e pela igualdade de oportunidades, o Partido Socialista Brasileiro (PSB) está submetendo à consulta pública o seu Plano Estratégico de Desenvolvimento Nacional. Intitulado Projeto Brasil, o documento preparado pela Fundação João Mangabeira (FJM) reúne e organiza propostas e reflexões de especialistas das mais diversas áreas, como contribuição à necessária e urgente reformulação dos nossos sistemas político, econômico e institucional.

Ao longo da história, a nação brasileira jamais conseguiu garantir estabilidade na geração de oportunidades para o conjunto da população. Desde o descobrimento, em 1500, sofremos com desigualdades extremas e com um modelo de desenvolvimento baseado quase que exclusivamente na exploração dos recursos naturais e na produção agropecuária. Fizemos a opção tardia por uma política industrial e, mesmo assim, tanto o setor público quanto as empresas privadas investiram pouco em educação, ciência e inovação tecnológica.

O problema é que temos uma economia reflexa, que só cresce quando o mundo avança economicamente e aumenta sua demanda por commodities. E mesmo nesses curtos e descontínuos momentos de bonança, o país não cuidou de promover as reformas estratégicas necessárias à implantação de um projeto de desenvolvimento sustentável. Não fizemos, por exemplo, uma reforma política, mantemos uma administração federal ineficiente e perdulária e continuamos com uma legislação trabalhista arcaica, uma estrutura fundiária concentradora de terras e um dos sistemas tributários mais perversos do mundo.

Foi para fazer frente a essa realidade que a FJM e o PSB produziram o documento agora entregue ao debate do partido e da sociedade. São princípios, conceitos e diretrizes que buscam contribuir para a organização dos ativos materiais e imateriais do país, com base em prioridades claras e estáveis. Pretendemos, assim, orientar a atuação política dos nossos filiados e militantes, ao mesmo tempo em que plantamos alicerces sólidos para a construção de um projeto de desenvolvimento nacional ancorado na ética, na educação, na proteção dos recursos naturais, na sustentabilidade econômica e na distribuição mais igualitária das oportunidades e riquezas geradas pelo trabalho coletivo. Um projeto capaz de inserir o Brasil – e o conjunto dos brasileiros – na quarta revolução industrial, a era da inteligência artificial.

*O autor é secretário-geral do Partido Socialista Brasileiro (PSB) e presidente da Fundação João Mangabeira




Acessibilidade