Pesquisa
terça-feira 21 Janeiro 2020
  • :
  • :

Com apoio da FJM, segmento LGBT Socialista lança cartilha em Goiás

Goiás foi o oitavo estado onde a cartilha foi lançada, além do Distrito Federal

O Segmento LGBT Socialista Nacional do PSB e a Fundação João Mangabeira (FJM) realizaram, durante o dia 06 de Dezembro, às 19h, no auditório da assembleia legislativa do Estado de Goiás, o lançamento da Cartilha para Gestoras/es e Legisladoras/es, cuja edição contou com apoio da Fundação Joao Mangabeira. Estiveram presentes o coordenador da FJM em Goiás, o Professor Dumas Santos , o ex-gestor da política LGBT do Governo do Distrito Federal e do segmento Nacional LGBT, professor Flavio Brebis; a Secretária Nacional do Segmento LGBT Socialista Tathiane Araújo e o Presidente Municipal do PSB Jose Alves Pereira Filho.

Dessa vez o lançamento da cartilha LGBT foi no estado de Goiás

Flávio Brebis ministrou a palestra 1969 a 2019 – o que avançou na luta pela resistência em 50 anos? Brebis tratou da necessidade da luta contra o preconceito LGBT, passando por Stonewall Inn e chegando à caracterização do princípio mobilizador da “Cartilha para Gestoras/es e Legisladoras/es.

Professor Dumas Santos: o socialismo é importante no combate à lgbtfobia

Convidado a falar, o professor Dumas Santos, coordenador da FJM em Goiás, levantou o importante papel do socialismo no reconhecimento e combate à lgbtfobia na sociedade.

Vários representantes LGBT da sociedade civil e também filiados do PSB da cidade de Goiânia, Cidade Ocidental, Anápolis, Trindade e Aparecida fizeram falas sobre o momento atual, constatando que há uma onda conservadora e é necessário que se replique a Cartilha para Gestoras/es e Legisladoras/es como uma barreira política em relação aos retrocessos da gestão presidencial atual.

As atividades foram concluídas no domingo, 08 de dezembro com reunião de reorganização do segmento LGBT em Goiás, quando foram priorizadas as atividades de engajamento no desenvolvimento das ações partidárias estaduais; assim como, de sensibilização para que os legisladores do PSB conheçam e priorizem as ações do movimento LGBT socialista, “precisamos engajamento e posturas socialista moderna dentro do legislativo Brasileiro e de políticas públicas LGBT nas gestões“, declarou Tathiane Araújo Secretaria do Segmento LGBT Socialista.

A cartilha já foi lançada no Distrito Federal e nos estados de São Paulo, Pará, Pernambuco, Sergipe, Acre, Espírito Santo, Rio Grande do Sul e Goiás. Tanto a publicação da cartilha, quanto os seus eventos de lançamento têm contado com o apoio da Fundação João Mangabeira(FJM).

Compartilhe!



Acessibilidade